Eclipse 'Lua de Sangue' é registrado na madrugada de segunda-feira

Eclipse 'Lua de Sangue' é registrado na madrugada de segunda-feira

  • 21/01/2019 09:30
  • Redação/Assessoria

Na madrugada de hoje (21), aconteceu o Eclipse lunar total, um fenômeno único de 2019.

Ele será completamente visível para a América do Sul e do Norte, e em parte da Europa e da África.

Para que ocorra o Eclipse lunar, o Sol, a Terra e a Lua devem estar alinhados. No Brasil será visível a partir da 1h33 da manhã, quando a Lua começará entrar atrás da Terra, chamada de umbra (quando não há iluminação direta do sol).

De acordo com a Nasa (Agência Espacial dos Estados Unidos), à medida que a Lua se mover, será possível vê-la escurecendo. Às 2h41 (horário de Brasília), o satélite estará completamente localizado na sombra da Terra, marcando o início do eclipse lunar total.

Neste momento, a Lua começará a ter uma coloração laranja-avermelhada. Devido à cor e ao tamanho maior que o habitual da Lua, o fenômeno é chamado popularmente de “super lua de sangue”. Será uma “super lua” porque quando o eclipse lunar ocorrer, a Lua estará em sua fase cheia e no ponto de sua órbita mais próximo à Terra, a “apenas” 357.340km de distância. A coloração laranja-avermelhada, que também foi vista no eclipse de julho do ano passado, se deve à atmosfera terrestre.

Estes fatos ocorrem, em média, duas vezes e meia por ano, mas nem sempre que a Lua ingressa na sombra da Terra ocorre um eclipse total. Para isso, além de estar cheia, a Lua precisa ficar completamente na região da umbra, ou seja, ser completamente encoberta pela Terra.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para nossa equipe pelo WhatsApp (46) 9 9914-8269 ou entre em contato pelo E-mail contato@amperenoticias.com.br.

Compartilhar: